Bannerweb_SOBREVIVENTE_ALERO_970x250-2.gif

Artista plástica de RO cria rifa para ajudar os refugiados da Ucrânia



Edina Costa, artista plástica rondoniense, natural de Guajará-Mirim e morando no município Nova Mamoré vem se destacando na produção de obras ligadas à vida e o realismo, como as belezas da Amazônia. Ela já teve oportunidade de divulgar seus trabalhos em algumas exposições e ganhou premiação na obra "Doutores sem Fronteiras", na categoria artista profissional.


Recentemente, ela foi selecionada para participar do evento "Salão Internacional de Arte Contemporânea no Carrousel Du Louvre em Paris", que está previsto para ocorrer no mês de outubro. 


Há mais de 10 anos, Edina deu vida aos sonhos, criando peças artesanais e pintura em quadros, com pequenos detalhes, sempre usando a imaginação e criatividade para produzir seus projetos.


Ajuda humanitária


Neste momento, a artista está na luta para oferecer apoio aos refugiados da Ucrânia, que tiveram que deixar tudo pra trás pra fugir da guerra. Quem quiser ajudar as famílias e os animais, pode adquirir a rifa no valor de R$ 10 através desse link: https://www.rifatech.com/1422360001.xhtml.

A organização escolhida para receber os recursos arrecadados é UCNUR - Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, uma agência da ONU que atua para assegurar e proteger os direitos das pessoas em situação de refúgio em todo o mundo. Os colaboradores são Silaine Guedes e Doutor Wenceslau Ruiz.


Refugiados da Ucrânia

Além de contribuir, o participante concorre a duas obras originais e exclusivas da artista plástica Edina Costa - Temas Amazônicos. O prêmio será enviado para qualquer lugar do Brasil ou exterior.






O sorteio será realizado ao vivo no dia 27/03 às 11h, pelo Instagram @edinacostaart


Edina enfatiza o quão importante é esse gesto de solidariedade e amor para essas pessoas. "Nossa sugestão é que se você tiver condições, contribua e também faça uma prece logo em seguida, intercedendo pela paz Juntos, seremos muitos que ajudaremos financeiramente e também por meio da fé", disse ela.