Polícia encontra 08 crianças vivendo dentro de boca-de-fumo em Rondônia



Na noite de ontem, durante patrulhamento de rotina pelo Setor 19, em Vilhena, uma guarnição da Polícia Militar avistou um dependente químico de 20 anos, que ao perceber a aproximação da viatura, colocou um pedaço de plástico na boca.

Quando revistaram o rapaz, os militares constataram que ele havia tentado engolir uma pedra de crack pesando um grama. Ao ser interrogado, o jovem contou à polícia onde havia comprado o entorpecente e deu a senha para ser atendido: bater três vezes no portão da residência e dizer a frase “é o magrinho”.

Ao usar o código, os policiais foram autorizados a entrar pelo portão, momento em que flagraram o traficante de apelido “Gurizão” tentando se livrar da porção de drogas que iria entregar ao suposto cliente. Ele ainda tentou se desfazer do produto atirando-o no encanamento do banheiro. Outras porções de crack, cocaína e maconha foram encontradas na casa. Uma mulher que estava no local assumiu ser dona de parte delas.

Os militares também encontraram, no interior do imóvel, um detento que deveria estar cumprindo prisão domiciliar e o apresentaram na Unisp junto com a mulher e os outros dois homens.

O que chamou a atenção da guarnição foi o fato de haver 08 crianças morando na casa, em condições degradantes e testemunhando o tráfico de drogas praticado pelos adultos. O Conselho Tutelar foi acionado e levou todos os menores para o abrigo.

Durante a ocorrência, os policiais descobriram que o rapaz de 20 anos abordado primeiro deveria estar cumprindo pena por homicídio na cidade de Pimenta Bueno. Ele chegou a tentar usar um nome falso, mas acabou confessando sua verdadeira identidade.

Mantido provisoriamente numa cela ao lado do traficante, este dependente químico foi ameaçado por ele, que soltou uma frase ouvida pelos PMs: “você é um safado dedo duro, ainda vou te matar”.

Na Unisp, foram apresentados os quatro presos, além das drogas, aparelhos de celular, cartões bancários e até jóias.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Imagem Ilustrativa