banner970x250_ALERO_MULHER.gif

Após 8 meses, juiz manda soltar PMs presos acusados de formar “milícia” para proteger fazenda invadida em Chupinguaia



Mesmo com parecer contrário do Ministério Público, o juiz Carlos Augusto Teles de Medeiros, da 1ª Vara da Auditoria Militar, em Porto Velho, revogou a prisão dos quatro policiais de Chupinguaia que estavam há 8 meses na cadeia. A decisão é datada do dia 17 de novembro.


O quarteto foi detido acusado de, segundo o Ministério Público, formar uma “milícia privada” para atuar na proteção da fazenda Nossa Senhora Aparecida, alvo de invasões por parte da Liga dos Camponeses Pobres (ENTENDA AQUI).


No início deste mês, uma reportagem mostrando a comovente situação de uma garotinha de pouco mais de 2 anos, filha de um dos militares presos, emocionou os leitores (LEMBRE AQUI).


Em Chupinguaia desde ontem à tarde, os quatro policiais poderão trabalhar internamente no quartel, porém terão que usar tornozeleira eletrônica. Eles também terão que cumprir certas medidas, como não se aproximar da fazenda que é palco do conflito agrário, entre outras (CONFIRA DECISÃO NA ÍNTEGRA).




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação