BANNER-ALE-PODER_3-970x250.gif

Polícia detém suspeita de matar jovem que cobrava dívida por moto vendida em Porto Velho




Uma mulher de 19 anos, suspeita de matar uma jovem a facadas, foi detida pela polícia nesta quarta-feira (13) no bairro Aponiã, em Porto Velho. A vítima, identificada como Jéssica Alves Rodrigues, de 20 anos, foi morta a facadas no início de outubro ao ir cobrar a suspeita sobre o dinheiro da venda de uma moto.


De acordo com investigadores da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida da capital, a localização da suspeita de matar Jéssica aconteceu durante uma operação da Polícia Militar (PM).


A operação tinha o objetivo de identificar apenados que estivessem fora da rota. O esposo da suspeita, um jovem de 19 anos, que usa uma tornozeleira eletrônica, foi detido por estar fora do local permitido pela Justiça. Ele estava na companhia de uma mulher.


Ao fazer uma busca no sistema, a polícia descobriu que a mulher estava sendo investigada como suspeita da morte de Jéssica. Os investigadores da delegacia de homicídios então foram acionados e, na manhã desta quarta-feira, a jovem foi indiciada para ser ouvida na delegacia e em seguida liberada.


Segundo um dos investigadores da Sevic que acompanha o caso, a suspeita diz ter matado Jéssica para se defender.


"Ela disse que em determinado momento na hora da cobrança [da moto], a vítima a empurrou e se armou com um pedaço de pau. Para se defender, ela usou a faça, que ocasionou a morte da vítima", afirma o investigador.



Crime


Jéssica foi morta no dia 4 de outubro, com um golpe de faca, após ir com um marido para cobrar uma dívida na linha Eletronorte, bairro Aponiã.


À polícia, o homem disse que ele e a esposa tinham vendido uma motocicleta e o comprador não queria pagar pela compra.


Em determinado momento, enquanto o casal cobrava o homem [um detento], a esposa do comprador teria pegado uma faca e esfaqueado Jéssica na região do tórax. O crime foi na frente do esposo de Jéssica.


G1