banner970x250_ALERO_MULHER.gif

ARSENAL: Bandidos que morreram em troca de tiros portavam pistolas e espingarda



Polícia Militar de Rondônia (PMRO) informa à sociedade rondoniense quanto ao desenvolvimento da Operação Nova Mutum, frente às principais ações policiais e acontecimentos.


Durante ações coordenadas da Operação Nova Mutum, em patrulhamento ostensivo preventivo no decorrer do início da manhã de hoje, 29, uma equipe policial foi surpreendida com disparos de armas de fogo por dois suspeitos na mata dentro da região invadida, havendo confronto com troca de tiros.


Os dois suspeitos foram baleados e imediatamente socorridos, sendo levados para um hospital no distrito de Jací-Paraná, mas não resistiram e vieram a óbito.


Posteriormente os suspeitos foram identificados por Gedeon José Duque, foragido da justiça envolvido no homicídio dos policiais militares tenente PM Figueiredo e sargento PM Rodrigues e tentativa de homicídio do tenente PM Ferraz no começo de outubro do ano passado, na região invadida da fazenda Norbrasil, bem como Rafael Gasparini Tedesco, conhecido como “Xuxa”, um dos comparsas de Gedeon.


Com os suspeitos foram localizados três armas de fogo, sendo duas pistolas calibre 9 mm com 192 munições e uma espingarda com 39 munições de caça, luneta, balaclava, notas promissórias de vendas de terrenos de regiões invadidas, entre outros materiais de procedência duvidosa. Diligências policiais na região ainda estão acontecendo.


A Operação Nova Mutum


A Operação Nova Mutum objetiva agir preventivamente na região da Ponta do Abunã, cessando e evitando ilícitos diversos com o patrulhamento ostensivo, bem como também dando o aporte de segurança necessário para a reintegração de posse da área invadida, com o apoio na segurança dos Oficiais de Justiça que possuem a atribuição de executarem as decisões judiciais.



Rondoniaovivo