GIF-SEU-PODER_970x250-1.gif

Vítima de acidente de Jet skis continua na UTI após 51 dias



Após 51 dias internada, Vanessa Gabriela, 21 , segue acompanhada pela equipe médica do Hospital Samar em Porto Velho. Ela foi uma das vítimas do acidente envolvendo dois Jet skis, ocorrido no dia 11 de julho deste ano em Candeias do Jamari. De acordo com informações apuradas pelo RONDONIAGORA, a jovem segue internada na UTI do Hospital Samar. Antes de ser transferida para o Samar, Vanessa precisou passar por uma cirurgia no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, no dia 1 de agosto. Após o procedimento, ela ficou internada alguns dias na enfermaria ortopédica do hospital. Após o acidente, Vanessa Gabriela chegou a perder a sensibilidade do movimento nos membros superiores, segundo os médicos que atenderam a paciente.


Após 51 dias internada, Vanessa Gabriela, 21 , segue acompanhada pela equipe médica do Hospital Samar em Porto Velho. Ela foi uma das vítimas do acidente envolvendo dois Jet skis, ocorrido no dia 11 de julho deste ano em Candeias do Jamari. De acordo com informações apuradas pelo RONDONIAGORA, a jovem segue internada na UTI do Hospital Samar. Antes de ser transferida para o Samar, Vanessa precisou passar por uma cirurgia no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, no dia 1 de agosto. Após o procedimento, ela ficou internada alguns dias na enfermaria ortopédica do hospital. Após o acidente, Vanessa Gabriela chegou a perder a sensibilidade do movimento nos membros superiores, segundo os médicos que atenderam a paciente.

O acidente


No dia do acidente, Vanessa, e outra amiga, estavam andando de Jet ski conduzido por um homem, quando foram atingidas por outro veículo aquático. Com a forte colisão, as duas jovens foram jogadas na água e ficaram desacordadas. Uma testemunha que presenciou o acidente conseguiu tirar as vítimas da água, colocou em um barco e fez reanimação cardíaca. Rapidamente, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e socorreu as vítimas conscientes para o hospital. O caso mais grave era o de Vanessa, já que ela apresentava cortes profundos e fratura no corpo. Ela foi levada para Hospital João Paulo II.


No dia 
do acidente, Vanessa, e outra amiga, estavam andando de Jet ski conduzido por um homem, quando foram atingidas por outro veículo aquático. Com a forte colisão, as duas jovens foram jogadas na água e ficaram desacordadas. Uma testemunha que presenciou o acidente conseguiu tirar as vítimas da água, colocou em um barco e fez reanimação cardíaca. Rapidamente, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e socorreu as vítimas conscientes para o hospital. O caso mais grave era o de Vanessa, já que ela apresentava cortes profundos e fratura no corpo. Ela foi levada para Hospital João Paulo II.