GIF-SEU-PODER_970x250-1.gif

TENSÃO: Sobe para oito, número de bloqueios na BR-364, afirma PRF




A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou, nesta quinta-feira (9), as manifestações na BR-364 em oito pontos da rodovia. São elas: Candeias do Jamari, Ouro Preto do Oeste, Cacoal, Ji-Paraná, Jaru, Cujubim, Presidente Médice e o distrito de Jaci-Paraná. A última atualização foi feita às 9h40 (horário de Rondônia), de hoje, por parte PRF.

Desde ontem (8), representantes do agroneócio e empresário anunciaram o fechamento da BR-364, em protesto a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).


Os manifestantes reforçam o pedido de Bolsonaro para destituir os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A guerra entre os poderes já está afetando diretamente a vida dos brasileiros.

Nos oito pontos de bloqueios, já identificados pela polícia, só podem seguir destino carros particulares, de emergência, ônibus interestaduais e cargas perecíveis. Carretas carregadas de produtos não perecíveis, não conseguirão ultrapassar o bloqueio, segundo informou a organização da manifestação.

Presidente

O ato já dura mais de 12 horas em Candeias e em Cacoal. Nos demais pontos, a manifestação começou na manhã de hoje. Os manifestantes prometeram 72 horas de bloqueio na BR-364.

Em um áudio, o presidente Bolsonaro pede o fim das manifestações nas rodovias federais do país. Segundo o chefe de estado, as ações dos manifestantes podem causar um estrago maior na economia brasileira.

Medo do desabastecimento


Na noite da última quarta-feira (8), diversos postos de combustíveis de Porto Velho ficaram lotados. Filas quilométricas foram registradas. A população temia o desabastecimento.



No início da manhã desta quinta-feira (9), alguns postos também amanheceram cheios. A nossa equipe de reportagem flagrou o aumento no preço dos combustíveis em algumas áreas da capital.




Rondoniaovivo