banner970x250_ALERO_MULHER.gif

Secretário nega demissão em massa e diz que servidores foram dispensados por questões legais



Em um vídeo gravado na manhã desta segunda-feira (20), o secretário de saúde Fernando Máximo, negou uma suposta demissão em massa de profissionais de saúde por parte da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).


De acordo com o secretário, no auge da pandemia da Covid919, quando foram registradas 1.024 internações por complicações do vírus, o estado realizou a contratação de cerca de três mil pessoas para atuar exclusivamente na linha de frente contra a doença.


Atualmente, com a queda no número de internações que chegou a 93% em Rondônia, a Sesau precisou dispensar os trabalhadores temporários, segundo Fernando Máximo.


Sobre a demissão em massa, o estado nega a afirmação. “Isso não existe, não tem demissão em massa, e sim dispensa de servidores por questões legais, que foram contratados temporariamente pela Sesau. Os 10 mil servidores da secretaria seguem trabalhando normalmente na rede estadual”, finalizou Fernando Máximo.



Rondoniagora