BANNER-ALE-PODER_3-970x250.gif

Operação apreende 1,6 mil m³ de madeira perto de Terra Indígena em Porto Velho



Uma ação conjunta das forças armadas apreendeu 1.680,92 metros cúbicos de madeira no entorno da Terra Indígena Kaxarari, no distrito de Extrema, em Porto Velho. A apreensão ocorreu entre os dias 13 e 28 de agosto, através da operação Anhangá.


A operação foi feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), Fundação Nacional do Índio (Funai), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Exército Brasileiro e a Força Nacional.


Segundo a PRF, a reserva indígena Kaxarari tem sido alvo constante de desmatamentos.




Operação apreende madeira perto de reserva indígena em Porto Velho — Foto: PRF/Divulgação


Parte do material florestal apreendido perto da reserva (283,56 m³ de madeira) está em processo de doação pelo Ibama, tendo como destino a Secretaria de Educação (Semed) de Porto Velho.


O restante da madeira será inutilizada pelo Ibama.


Operação Anhangá: Madeira foi apreendida por policiais e parte vai ser doada à Semed — Foto: PRF/Divulgação


Operação Anhangá


A ação é coordenada pelo Ministério da Justiça e tem por objetivo combater o desmatamento. A operação Anhangáocorre simultaneamente em várias regiões do país. Serrarias também foram alvos da operação na capital.


Operação foi feita por vários dias reserva indígena em Porto Velho — Foto: PRF/Divulgação



Ainda segundo o Ministério, a Anhangá também visa proteção das comunidades indígenas.


Além do cumprimento de mandados de busca e apreensão, a operação teve como objetivo a descapitalização dos envolvidos, com sequestro de bens e valores.



G1