Bannerweb_SOBREVIVENTE_ALERO_970x250-2.gif

Mulher que teve pescoço cortado por açougueiro na frente dos filhos desabafa: 'Não imaginava que teria coragem'


A mulher que teve o pescoço cortado e foi esfaqueada nas costas por um açougueiro, em Porto Velho, falou nesta semana pela primeira vez sobre a tentativa de feminicídio sofrida pelo ex-companheiro. O crime foi na rua e todo na frente de duas crianças. "Não imaginava que ele teria coragem".


A vítima, que está internada no Hospital João Paulo II desde 2 de setembro, contou que o suspeito não é pai dos seus dois filhos e o mesmo sempre lhe agrediu.

"Foi meu marido por 2 anos e nesses 2 anos ele já vinha me agredindo", afirma.


Em entrevista ao G1, a mulher ainda disse que havia terminado com o açougueiro cerca de duas semana antes do ataque.


"Eu havia me separado dele tinha apenas duas semanas, mas ele nunca aceitou o fim do relacionamento. Sempre que tentava terminar, ele me ameaçava", relembra.


Ainda segundo a mulher, durante os dois anos convivendo com o homem o relacionamento se tornou abusivo. Ela só conseguiu se "desvencilhar" quando fugiu da casa onde morava com o açougueiro.


Na noite em que foi esfaqueada, em 2 de setembro, a vítima revela ter sido surpreendida pelo ex na Estrada dos Periquitos.


"Não imaginava que ele teria coragem de fazer isso", desabafa.


Minutos antes de ser atacada pelo ex, a câmera de segurança de uma lanchonete registrou a vítima caminhando na calçada com os dois filhos e o suspeito passando ao seu lado na rua, em uma moto.


Segundo a vítima, seus dois filhos presenciaram o ataque a facadas e ficaram assustados.


"Eles entraram em pânico e começaram a gritar e pedia para ele sair de perto de mim", desabafa.


A vítima passou por procedimento cirúrgico da retirada da faca que estava cravada nas costas e segue internada no João Paulo II, em quadro estável e fora de risco.


A Polícia Civil, após as diligências feitas no dia do crime, encaminhou o caso à na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e Família (Deam), que segue a investigação. O suspeito ainda não foi preso.


Crime



Na noite da última quinta-feira (2), a havia acabado de descer de um ônibus com os dois filhos quando passou a ser perseguida pelo ex.


Segundo boletim de ocorrência, o veículo utilizado pelo homem é do local de onde ele trabalha como açougueiro.


Momentos depois de passar pela calçada da lanchonete, já fora do alcance da captura das imagens, a mulher e o homem teriam iniciado uma discussão.


Depois disso, ele a atacou, cortou o pescoço dela e cravou a faca nas costas da vítima. Toda ação ocorreu na frente dos dois filhos da mulher.



G1