banner970x250_ALERO_MULHER.gif

II Festival Nacional do Tambaqui da Amazônia supera expectativas




Superando todas as expectativas, a 2ª edição do “Festival Nacional do Tambaqui da Amazônia”, que aconteceu neste domingo (19), foi um sucesso. Em Rondônia foram assadas mais de 18 mil bandas de tambaqui. Na Capital foram quatro mil e grande parte da população compareceu ao Palácio Rio Madeira para buscar o peixe assado.

Ao longo do domingo, diversos colaboradores entre servidores públicos e voluntários do Governo de Rondônia, se mobilizaram para a realização do evento, que visa promover, divulgar e incentivar o consumo do tambaqui dentro e fora do Estado, além de abrir novos mercados e gerar novas oportunidades de negócios.

Segundo a gerente de Aquicultura e Pesca da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Maria Mirtes: “primeiro foram descarregados os peixes dos caminhões, depois levados para uma barraca onde as equipes agilizaram o tempore com alho, sal, suco de laranja e pimenta do reino. Em seguida, os tambaquis foram colocados em caixas de armazenamento para serem assados ​​nas churrasqueiras”, explica sobre o processo.

Ainda, de acordo com Mirtes, essa tática utilizada para agilizar a entrega aos compradores só foi possível graças à antecipação de atividades que todos os colaboradores tiveram que realizar para não atrasar a etapa final. “Para assar o peixe leva uns 40 minutos certinhos”, destaca. Além da Seagri, a execução dos trabalhos contou com o apoio dos servidores da Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e demais voluntários que se empenharam na preparação dos tambaquis.

O secretário da Seagri, Evandro Padovani, destacou a participação coletiva do Governo do Estado na busca da realização do II Festival. “Temos mais de 100 pessoas aqui que estão se doando para o evento; desde a montagem das barracas, churrasqueiras e equipamentos necessários. Um trabalho que já dura vários dias, o que mostra o interesse e o apreço de todos os envolvidos para que pudéssemos fortalecer a cadeia produtiva em Rondônia ”, destaca.

Para o diretor-presidente da Emater-RO, Luciano Brandão, a parceria para a realização do Festival foi essencial. “Para nós é uma satisfação imensa, pois além dos recursos do evento colaborar às organizações sociais, tem por objetivo divulgar esta preciosa iguaria da região amazônica para o Brasil e todo mundo, buscando novos mercados e consolidando o consumo do tambaqui que é muito importante ao Estado”, enfatiza.

O evento é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), Entidade Autárquica de Assistência e Extensão Rural (Emater-RO), Superintendência Estadual de Desenvolvimento e Infraestrutura (Sedi), Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado (Idaron), em parceria com a Associação dos Criadores de Peixes de Rondônia (Acripar), o Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Banco da Amazônia (Basa), e empresas privadas.


Governo de Rondônia