BANNER-ALE-PODER_3-970x250.gif

Homem suspeito de matar ex-mulher em MG por não aceitar fim do relacionamento é preso em RO se passando por outra pessoa



Um homem suspeito de matar a ex-companheira com um punhal em Fronteira dos Vales (MG) foi preso nesta quarta-feira (29) em uma linha rural de Ouro Preto do Oeste (RO), se passando por outra pessoa.


Silvia Helena morreu aos 38 anos no dia em que tomaria posse como conselheira tutelar no município onde morava, segundo a polícia. Quem encontrou o corpo foi o filho do casal.


O suspeito estava foragido e foi capturado através de uma parceria da Polícia Civil de Minas Gerais e a Delegacia Especializada na Repressão a Extorsões, Roubos e Furtos (DERF) de Ji-Paraná (RO).




Violência Doméstica



De acordo com a delegada na Delegacia de Homicídios de Teófilo Otoni (MG), Herika Ribeiro, a vítima viveu por anos em situação de violência doméstica, sofrendo agressões do então companheiro. "Ele impedia ela de fazer muitas coisas, inclusive estudar", conta.


Quando decidiu se separar, Silvia conseguiu uma medida protetiva que o proibia de se aproximar dela. Ela havia dado entrada em um processo de separação e tentava conquistar aos poucos uma carreira profissional.


"Ele não estava satisfeito com essa situação, não queria o fim do relacionamento, mas queria viver em um meio conjugal de forma agressiva", diz Herika.


Silvia chegou a se candidatar como vereadora em Fronteira dos Vales, mas estava disposta a desistir para assumir o cargo de conselheira tutelar. A posse iria acontecer no dia em que ela foi morta: 07 de outubro.

O suspeito foi até a casa em que costumava viver com Silvia, a agrediu e matou com um punhal. O corpo foi encontrado somente no dia seguinte por um filho do casal.



Prisão



O suspeito do crime foi encontrado em uma linha rural no interior Rondônia utilizando outro nome. Ele estava pintando uma casa quando os policiais chegaram. Ele permanece preso em Rondônia até ser transferido para Minas Gerais.



Fonte: G1