GIF-SEU-PODER_970x250-1.gif

Caminhoneiros dizem que irão fechar a BR-364 em Candeias; PRF nega



Diversos caminhoneiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), estão se reunindo neste momento na BR-364, em Candeias do Jamari (RO). Eles afirmam que irão fechar a rodovia em protesto a favor do presidente da República.

Vídeos obtidos pelo Rondoniaovivo, mostram a mobilização dos caminhoneiros em Porto Velho com direção ao município de Candeias.


Em uma das imagens, um protestante que narra a passagem dos manifestantes, diz que o ato seguirá por prazo indeterminado. “Negócio ontem foi grande, mas hoje continua, amanhã também, enquanto não mudar, a gente vai tá brigando”, diz o homem.

No comboio que segue em direção a Candeias, aparecem carretas, caminhões e caminhonetes de luxo.

Caminhonetes de luxo com destino a Candeias do Jamari | Foto: Reprodução/Redes sociais


Segundo o protestante, empresários e trabalhadores do agronegócio também participam do ato. “Isso aqui é Porto Velho gente, dia 8 de setembro de 2021, tá aqui ó, os caminhoneiros, empresários do ramo, pessoal do agronegócio, é isso que a gente quer ver”, afirma.

Ainda nas imagens, uma policial rodoviário federal, aparece reunido com os manifestantes, declarando apoio a eles. “Nós agradecemos aos senhores, pois estão de parabéns, porque está [manifestação] até então, é a manifestação mais ordeira com a qual eu já me deparei”, diz o PRF.

Informações extraoficiais apontam também, que manifestantes iriam bloquear a BR-364, no Sul do Estado. A mobilização deve ocorrer às 18h, em Vilhena.

De acordo com veículos da imprensa nacional, três estados já registram fechamento de rodovias federais. São eles: Paraná, Espírito Santos e Santa Catarina.

PRF nega

Ao Rondoniaovivo, a Polícia Rodoviária Federal negou a informação de fechamento da BR-364 em Candeias do Jamari e em Vilhena, mas afirmou está monitorando a área. Uma nota foi enviada na tarde desta quarta-feira (8). Veja abaixo:

Nota à imprensa - atualizada às 16h38

No Estado de Rondônia, até o momento, não há registro de bloqueio de rodovias federais. Em diversos pontos do trecho existem concentrações de profissionais das estradas, todavia, não existe previsão de bloqueio total.

Centenas de áudios de WhatsApp foram encaminhados à PRF, das mais diversas fontes, porém nenhum é procedente. As lideranças locais têm mantido amplo e respeitoso contato conosco.