BANNER-ALE-PODER_3-970x250.gif

PRATO FÁCIL: Sistema dá pane e compra de comida a R$ 2,00 gera tumulto em restaurante




Um tumulto se formou, nesta sexta-feira(28), em um dos restaurantes cadastrados no programa ‘Prato Fácil’, do Governo de Rondônia, devido à uma falha do sistema, onde mostra a relação dos nome das pessoas inscritos para receber a refeição.


Em um vídeo gravado por uma cidadã, é possível visualizar a enorme fila que se formou devido a falha do sistema.


Nas imagens, as duas mulheres responsáveis pela checagem das pessoas cadastradas no Cadastro Único, anunciam que em razão da falha do sistema, não será possível entregar a comida. “A comida vai estragar, porque o governo não resolve. Se o sistema não funciona, vamos fazer o que?”, disse uma delas.

Várias pessoas relataram nas imagens, que chegaram bem cedo ao local, antes das 11 horas, que é horário previsto para o fornecimento da comida. No entanto, não foram atendidos devido à confusão no sistema.


“Tem gente aqui desde às 9h e o sistema está fora do ar. Eles não querem liberar a comida para nós”, declarou uma mulher.

Governo diz que vai investigar

Por telefone, a coordenadora da Secretaria de Assistência Social do Estado (Seas), Pâmela Trajano, informou que o problema já foi solucionado e a comida servida até às 15h.


A coordenadora afirmou ainda que o problema só aconteceu neste restaurante e a situação já foi encaminhada à Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) para investigação.

Ainda conforme relatos da população, a comida foi ser servida às 13h, faltando apenas duas horas para encerrar o atendimento.

Para ter direito as refeições diárias de R$ 2,00, a pessoa tem que se cadastrar no sistema CadÚnico e passar por uma análise de comprovação de vulnerabilidade social. Os beneficiários devem receber até três salários-mínimos para serem aprovado no sistema.


Rondoniaovivo