BANNER-ALE-PODER_3-970x250.gif

Nas redes sociais, governador de RO diz que fará um novo pedido de análise da vacina Sputnik V à Anvisa



Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negar o pedido de autorização excepcional para a importação da vacina Sputnik V, o governador de Rondônia, Marcos Rocha (Sem partido), usou as redes sociais para comentar sobre a decisão e disse que fará um novo pedido de análise ao órgão.


Em março, Marcos Rocha anunciou a compra de mais de 1 milhão de doses da vacina para o estado. Na época, o governador disse que a intenção é imunizar os maiores de 18 anos ainda no primeiro semestre de 2021.


SPUTNIK V: veja perguntas e respostas sobre produção, acordo e eficácia



Eficácia da vacina Sputnik V


A vacina Sputnik V, desenvolvida pelo instituto russo de pesquisa Gamaleya para a Covid-19, teve eficácia de 91,6% contra a doença, segundo resultados preliminares publicados na revista científica "The Lancet", uma das mais respeitadas do mundo. A eficácia contra casos moderados e graves da doença foi de 100%.


A vacina também funcionou em idosos: uma subanálise de 2 mil adultos com mais de 60 anos mostrou eficácia de 91,8% neste grupo. Ela também foi bem tolerada nessa faixa etária.




Vacinação em Rondônia



Até terça-feira (27), apenas 9,87% da população do estado já tomou a primeira dose da vacina contra a Covid. O estado é um dos últimos no ranking de vacinação nacional, abaixo apenas do Tocantins e do Amapá (ambos com 9,67% da população vacinada).


De acordo com o Painel Covid, do governo do estado, 177.295 mil pessoas já tomaram a primeira dose da vacina em Rondônia e apenas 60.836 tomaram a segunda dose do imunizante.


Idosos, profissionais da saúde, indígenas e profissionais de segurança estão entre o público já imunizado.





Governador de Rondônia diz que fará um novo pedido de análise à Anvisa — Foto: Reprodução/Redes Sociais

G1