BANNER-ALE-PODER_3-970x250.gif

Senadores e suplentes de RO emitem passaporte diplomático para filhos e esposas


Foto: Ilustrativa


Expedido pelo Ministério das Relações Exteriores, o passaporte diplomático dá à pessoa que o possui poderes diferenciados para representar o Brasil em outros países. Para que um cidadão chegue à condição de solicitar esse documento é necessário anos de estudos na carreira de diplomata.


Porém, alguns políticos e seus familiares, a situação é diferente, é o caso dos três senadores do estado de Rondônia, que além de solicitarem os seus passaportes diplomáticos, também emitiram o importante documento para seus familiares.


É o caso do Senador Acir Gurgacz que pediu passaporte para ele e sua esposa, já o segundo suplente do Senador, Pastor Valadares foi além, emitiu o documento diplomático para a esposa e os dois filhos, um deles menor de idade. Já o Senador Confúcio Moura, pediu um passaporte. O senador Marcos Rogério solicitou o documento para esposa e filho menor de idade.


A emissão de passaportes diplomáticos para políticos e seus familiares não é considerado ilegal, mas sim, uma ação imoral que representa décadas de mordomias concedidas à parlamentares sem qualquer necessidade especifica.


Um filho menor de idade de um Senador ou de seu suplente estaria exercendo a diplomacia para ter esse direito? Fica o questionamento.


Por JH Notícia