BANNER-ALE-PODER_3-970x250.gif

Adolescente de 17 anos que assassinou policial penal a tiros no centro da cidade e confessou o crime já está em liberdade





Já se encontra em liberdade o adolescente que há sete meses assassinou a sangue frio, no pátio do Posto cavalo Branco, na região central de Vilhena, o policial penal André Borges Mendes, que tinha 36 anos na época do crime (LEMBRE AQUI).


Mesmo com todos os esforços da Polícia Militar de Cabixi e Vilhena e dos agentes da Delegacia de Homicídios para prender todos os responsáveis pela morte do policial penal, que foi executado com quatro tiros nas costas enquanto socializava com amigos, o responsável por puxar o gatilho já está nas ruas.


Segundo informações seguras, “Vitinho”, de 17 anos, que além do trabalho que deu para ser preso, e que mesmo estando com Covid-19 fugiu do Hospital Regional de Vilhena, mas foi recapturado pela PM, foi transferido para um casa de acolhimento de menores infratores em Rolim de Moura, após confessar o crime brutal, assumindo toda a responsabilidade, ao alegar que não conhecia os demais envolvidos (ENTENDA AQUI).


No entanto, com apenas seis meses de internação, o menor foi posto em liberdade. Outros três envolvidos na morte também foram presos e Carlos Henrique Intronivi Evaristo, de 21 anos, o responsável por entregar a quadrilha inteira ao ser preso primeiro pela Polícia Militar de Cabixi, foi assassinado três meses depois no Centro de Ressocialização Cone Sul de Vilhena.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação