Leitos de UTI alcançam 100% de ocupação na rede pública em Porto Velho

TEMA-08_WB_COVID-2021_728x90-px-1.gif

   Leito de UTI no Hospital Regional de Cacoal — Foto: Governo de RO/Divulgação


As unidades públicas de saúde de Porto Velho estão com a lotação máxima dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19 nesta sexta-feira (22). Ainda há leitos clínicos disponíveis, mas a ocupação está próxima dos 80%.


A capital rondoniense vem apresentando um aumento no número de casos de Covid-19 neste início de ano, e consequentemente de internações. Até a última quinta-feira (21) a cidade tinha 46.724 casos diagnosticados da doença, sendo 9.107 ativos, e 1.012 mortes.


Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), os leitos de UTI da rede pública da cidade chegaram a 100% de lotação, com 136 pessoas internadas.


Leitos de UTI utilizados em cada unidade de saúde:


  • Assistência Médica Intensiva – AMI - 35
  • Samar - 33
  • Hospital de Campanha - 27
  • Hospital de Campanha Zona Leste - 18
  • Cemetron - 18
  • Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro – HB - 5

Macrorregião I

Porto Velho é polo de atendimento da Covid-19 para pacientes de 18 municípios da região norte do estado e de algumas cidades do sul do Amazonas.


De toda a macrorregião, apenas Ariquemes ainda tem leitos de UTI disponíveis, com cinco vagas no Centro de Afecções Respiratórias.



Por G1/RO