CRUELDADE: Quadrilha é presa por matar idoso na porrada para roubar na capital

TEMA-08_WB_COVID-2021_728x90-px-1.gif

A investigação do latrocínio contra o comerciante Humberto Pereira 

Alves (62 anos) ocorrido no dia 27 de novembro deste ano, resultou na prisão de quatro envolvidos no crime. O caso é investigado pela Delegacia Especializada na Repressão à Extorsão, Roubos e Furtos - Patrimônio e as diligências apontaram a participação de quatro pessoas, sendo três homens e uma mulher.


Por volta das 21 horas do dia 27/11, três homens armados entraram na residência da vítima, mesmo local onde há uma quadra de futebol para alugar, no bairro São Francisco e anunciaram o assalto. Os ladrões renderam e amarraram o comerciante, enquanto reviraram a casa em busca do dinheiro obtido no comércio.


A vítima administrava um campo de futebol e os criminosos buscavam o dinheiro do aluguel do campo. Pelo de fato de não localizarem o lucro do comércio, os criminosos bateram e mataram o idoso. Ele morreu por asfixia mecânica (sufocado). Os ladrões levaram um aparelho celular, uma televisão e roupas.


O Delegado Titular da Patrimônio, Marcelo Resem presidiu e esclareceu totalmente as investigações. Os envolvidos no crime são C.Z.B. (20 anos), A.R.S. (19 anos), T.R.S. (20 anos) e T.P.C. (24 anos). A mulher C.Z.B. e seu namorado A.R.S. arquitetaram o roubo e os demais envolvidos ajudaram na execução. Todos confessaram a autoria no roubo seguido de morte. Os quatro já possuem antecedentes criminais.

A Justiça deferiu a prisão preventiva dos quatro acusados, em desfavor deles. Os investigadores da Patrimônio deram o cumprimento aos mandados de prisão, na manhã desta segunda-feira (11), na Zona Leste de Porto Velho-RO.

C.Z.B. (20 anos), A.R.S. (19 anos), T.R.S. (20 anos) e T.P.C. (24 anos) foram encaminhados ao Sistema Prisional onde permanecerão a disposição da Justiça.


Rondoniaovivo