GIF-SEU-PODER_970x250-1.gif

Vídeo – Depois de muito empurra empurra e quase pancadaria, Câmara de Vereadores de Ji-Paraná diz que não haverá aumentos





A última sessão do ano na Câmara de Vereadores de Ji-Paraná, nesta terça-feira 15 de novembro foi marcada por protestos e quase quebra-quebra.


Foi preciso a presença da Polícia Militar no local, haviam seis viaturas do lado de fora. Quem passava na frente do Legislativo ficava surpreso com a quantidade de carros estacionado e pessoas querendo adentrar ao plenário, que liberou 60 pessoas, devido a pandemia.


Todo esse rebuliço foi devido a uma documento que começou a circular em todas as redes sociais na tarde de segunda-feira, dando conta de aumentos, considerados abusivos, entre eles, salário do Prefeito que sairia de R$ 13.416,00 para R$ 24.148,80 ou seja, (80% de aumento), e também dos vereadores que é atualmente de R$ 9.031,50 e iria para R$ 14.155,60 com (55,5% de aumento), sem contar os outros aumentos da folha que abrange, o Vice Prefeito, Secretários, taxa da coleta de lixo e IPTU.


Após o documento circular nas redes sociais grupos se reuniram para protestar na casa de leis, e não deu outra antes da sessão começar, gritos de protestos já eram ouvidos frente.


A sessão começou e depois de muita confusão, foi anunciado que não haverão os aumentos expostos nos documentos.






Rondônia Atual