Mãe salva o filho da morte e acaba executada com tiro na testa

Banner-8_728x90-px.gif



Acabou em morte o atentado contra Carlos Eduardo Alves Floresta, 21, na madrugada desta quinta-feira (19) em uma residência na Rua Palheteiro, bairro Mariana, zona Leste de Porto Velho (RO). A mãe dele, Joselma Alves da Silva, 46, foi executada com um tiro na testa para protegê-lo. O rapaz foi preso por tráfico de drogas.

O Rondoniaovivo apurou que Carlos Eduardo, vulgo "Cadú" vinha sendo perseguido por aproximadamente oito pessoas armadas com faca, pedaços de madeira e revólver.

Carlos Eduardo correu até sua residência e em desespero pediu que a mãe abrisse a porta. A mulher para proteger o filho se levantou rapidamente da cama e abriu a porta, mas os bandidos começaram a atirar. Cadú foi atingido na mão e perna e correu para se esconder em um quarto da residência.

Joselma que defendeu o filho acabou sendo executada com um tiro na testa e caiu na porta da residência. Os bandidos fugiram na sequência. Carlos Eduardo foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital João Paulo II.

Durante a Perícia Criminal, foram encontradas dezenas de porções de drogas que seriam de Carlos Eduardo. Ele recebeu voz de prisão no hospital por tráfico de entorpecentes.

De acordo com a polícia, Carlos Eduardo já tinha ficha criminal e estaria envolvido com facção criminosa. Agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) estiveram no local e já investigam o crime.









Rondoniaovivo