Vídeo mostra prefeitas Glaucione e Lebrinha recebendo dinheiro de esquema

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif



Vídeos gravados por um empresário que era pressionado por prefeitos de Rondônia foram fundamentais nas investigações realizadas pela Polícia Federal. Em duas gravações, as prefeitas Glaucione Maria Rodrigues Neri (Cacoal) e Gislaine Clemente, a “Lebrinha” (São Francisco do Guaporé) aparecem recebendo propinas, de acordo com as investigações. As duas foram presas nesta sexta-feira, juntamente com Marcito Aparecido Pinto (Ji -Paraná) e Luiz Ademir Schock (Rolim de Moura).


A investigação, que durou pouco mais de dez meses, teve início em dezembro de 2019 e contou a colaboração de empresário que, recebendo exigência para recebimento de dívidas pela prestação de serviços ao poder público, resolveu contatar as autoridades para denunciar os ilícitos.


Durante o período das investigações provas foram angariadas e filmagens de recebimentos por parte de prefeitos e deputado foram registrados, com centenas de milhares de reais sendo distribuídos em dinheiro vivo.


Além disso, o relator determinou o afastamento das funções públicas dos envolvidos e o bloqueio de ativos que ultrapassam R$ 1,5 milhões, valor conectado ao que, em tese, teriam recebido de forma ilícita.

As imagens foram divulgadas pelo Jornal Hoje.

Rondoniagora