Preso morador de rua acusado de tentar matar estudante de medicina com pedrada

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif


A juíza Juliana Paula Silva da Costa, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Porto Velho, determinou a prisão do morador de rua Jairo Sousa da Silva, acusado de atirar uma pedra contra uma estudante de medicina de 21 anos, no último dia 28. As investigações foram realizadas pela equipe de policiais do 3º DP, que já prenderam o suspeito. Mais cedo a Polícia já havia descartado a autoria de um outro morador de rua.


Na decisão, a juíza leva em consideração depoimentos de testemunhas da ação criminosa e determina a prisão temporária por 5 dias. As testemunhas também assistiram a vídeos de câmeras de segurança da região e confirmaram aparentava ser Jairo.


A juíza, ao decidir pela prisão temporária, considera que a medida é imprescindível para evitar que o investigado oculte ou destrua provas. Ela ainda considera a gravidade do crime, com graves sequelas para a vítima.