VIAGEM DO PREFEITO: 'Jamais sairia sem avisar', diz governador Marcos Rocha

BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif 728x90d411b4316c22701e.gif



A suposta viagem do prefeito Hildon Chaves para cuidar de assuntos familiares para o México permanece mobilizando os personagens políticos da capital rondoniense, quem sua grande maioria não concorda que essa era o momento do ex-promotor deixar o gabinete e ir para outro país, principalmente em meio a uma pandemia e sem avisar ninguém.


Em contato com o gabinete do Governador de Rondônia, Marcos Rocha, a reportagem do Rondoniaovivo foi informada que o Executivo Estadual não recebeu qualquer informação relacionada a alguma viagem do prefeito de Porto Velho ao exterior, fato que nem caberia à sua gestão já que tem legalidade para controlar os deslocamentos oficiais de sua equipe e não tem comando sobre os órgãos municipais e demais poderes.


Questionado se tomaria a mesma conduta de Hildon Chaves, que supostamente viajou sem avisar a Câmara de Vereadores e até sua assessoria, Marcos Rocha garantiu que jamais tomaria uma atitude dessas.


“Não. Sem avisar jamais! Também não viajaria em momento de pandemia para fora do país, pois há necessidade de ações constantes para proteger a população”, disse Marcos Rocha.


Ao contrário de Hildon, que em seus quase quatro anos de gestão deu praticamente uma volta ao mundo entre viagens oficiais, recesso e férias, o governador de Rondônia desde que assumiu o controle do Estado apenas se deslocou para Brasília, em expedições de busca de recursos ao Estado.


Para o governador, as reuniões on-line reduziram as necessidades de viagens para reuniões, tornando os gastos com deslocamento apenas em situações de extrema necessidade.



Fonte: Rondoniaovivo
João Paulo Prudêncio