Governo avança em obra para dar trafegabilidade na RO-470, do Vale do Paraíso a Ouro Preto do Oeste

BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif 728x90d411b4316c22701e.gif


A RO–470, rodovia estadual que liga Vale do Paraíso a Ouro Preto do Oeste, está sendo recuperada. São 19 quilômetros de recuperação e 17 quilômetros de asfalto novo, totalizando a melhoria de 36 quilômetros de malha viária. O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, foi verificar in loco o início dos trabalhos no sábado (15), acompanhado do diretor do Departamento de Estradas de Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER-RO), Elias Rezende.


Como assegurou Marcos Rocha, toda obra iniciada pelo Governo não deve ficar pela metade, mas ser concluída. O planejamento é que essa fique pronta ainda este ano. O governador disse ainda que o trabalho tem que ser com qualidade, como a espessura do camada asfáltica, por exemplo, que deve ficar em cerca de 5 cm. Uma medida importante para que a estrada suporte o tráfego com condições de dar segurança e dignidade à população.


Governador de Rondônia verificou in loco os trabalhos na RO-470 , acompanhado do diretor-geral do DER


‘‘Eu assumi esse compromisso e nós vamos realizar agora empregando mão de obra própria do DER, investimento próprio do Governo de mais de R$ 6 milhões. Essa era uma pista muito esburacada, mas vamos deixar para a população uma estrada descente. Estamos fazendo toda base e sub-base desse trecho, e fazendo asfalto, que não é casquinha de ovo, é asfalto bom, em respeito à população’’, garantiu o governador. ‘‘Estamos trabalhando nesse trecho há pouco mais de uma semana. E estamos mostrando que o Governo está realmente preocupado com a trafegabilidade’’, reforça o diretor-geral do DER.


Rosemar Soares fala da emoção ao ver a RO-470 em obras

Quem utiliza a estrada não esconde o contentamento de ver um sonho antigo e necessário sendo realizado. ‘‘Estamos precisando dessa obra há muito tempo, pois estávamos em uma situação precária. Era muito buraco, carro quebrava, o trajeto era demorado, a gente levava cerca de 40 minutos para trafegar nesses 36 km. Para sair do Vale para Ouro Preto era muito difícil, mas graças a Deus está aí a obra que vai trazer melhorias para nós do Vale Paraíso, assim como de outras regiões vizinhas. A emoção é muito grande em ver essa estrada sendo recuperada’’, afirma a servidora pública e moradora de Vale do Paraíso, Rosemar Soares.


Marjorie Silva parabenizou a rapidez com que as obras estão sendo feitas no Estado


A juíza de Paz, Marjorie Elen dos Santos Silva, moradora de Ouro Preto do Oeste está constantemente visitando a família no Vale do Paraíso e conta dos desafios que era trafegar pela estrada e da expectativa agora com a recuperação. ‘‘Como a estrada estava, eu preferi utilizar moto do que estragar o carro. É muita poeira e riscos de acidentes, teve amigos meus que se acidentaram aqui, estava horrível. Agora graças a Deus está em obras e a gente sabe que logo fica pronto, porque quando eles pegam para fazer, logo sai, igual o trecho lá em Ouro Preto, que foi rápido’’.


Rondônia transformou-se em um grande canteiro de obras com a meta do Governo, de recuperação de estradas estaduais. Atualmente, são mais de 20 frentes de trabalho simultaneamente envolvidas na missão de melhorar a trafegabilidade para os rondonienses. E novas devem ser criadas, inclusive com loteamento das rodovias para terceirização dos serviços. Com mão de obra própria do DER, somada ao trabalho terceirizado, Rondônia deve avançar ainda mais em obras, onde a ordem do governador é não parar, mesmo no período chuvoso.


AÇÕES NO INTERIOR


A fiscalização das obras na RO-470 fez parte da agenda que o governador cumpriu no interior, iniciada na sexta-feira (14) com visita ao hospital municipal de Seringueiras, construído com recurso de contrapartida do Estado, e que vai ajudar a salvar vidas através do atendimento a casos de Covid-19.

Em seguida Marcos Rocha esteve em Jaru, onde fez a entrega de maquinários para o DER, destinados às residências de Colorado do Oeste e Rolim de Moura. E ainda em Jaru, se reuniu com prefeitos e deputados para alinhar ações de desenvolvimento em atenção às peculiaridades de cada município.


O governador participou de programa de rádio ao lado do diretor do DER, Elias Rezende, e do superintendente Estadual de Comunicação, Lenilson Guedes


No encerramento da agenda em Vale do Paraíso, Marcos Rocha participou juntamente com o diretor-geral do DER e do superintendente Estadual de Comunicação, Lenilson Guedes, de entrevista em programa de rádio, onde recebeu comentários da população satisfeita com a melhoria da malha viária da região.

O governador pontou os desafios de fazer a gestão de Rondônia, mas destacou que os índices mostram o resultado do que ele fez no primeiro dia de Governo: ter entregado o Estado para que Deus o conduza a ser forte, livre da corrupção e onde verdadeiramente haja desenvolvimento.

– Solidez fiscal: Rondônia foi classificado com triplo A em capacidade de pagamento (Capag). Ganhou nota máxima nos três eixos avaliados pela Secretaria de Tesouro Nacional: poupança corrente, endividamento e liquidez.

– Enfrentamento à pandemia: É o que mais testa para Covid-19, tem alta taxa de recuperados e registrou a maior queda de óbitos.

– Combate firme à corrupção: Rondônia realizou mais de 80 operações de enfrentamento a crime organizado, combate à corrupção e a violência contra a sociedade. Foi o primeiro Estado a criar uma Delegacia de Combate à Corrupção e o pacote anticorrupções com decretos e leis.

– Transparência: Rondônia está no topo de ranking nacional e internacional na transparência de dados e gastos com a pandemia.

– Crescimento da agropecuária:Rondônia é o 5º maior produtor de café do país e o maior produtor de café da região Norte do Brasil. Encontra-se em 7º lugar no ranking nacional de produção de leite e em 1º lugar da região Norte. Ocupa o primeiro lugar no ranking de maior produtor de peixes nativos, e a terceira posição em exportação de tambaqui.Rondônia ocupa a 6ª colocação como maior produtor de rebanho do país. Possui cerca de 14 milhões de cabeças de gado.

– Assistência Social: Foram criados três fortes programas sociais: Mamãe Cheguei, com entrega de kits de enxoval para gestantes carentes, Criança Feliz Mais que, é a transferência de renda no valor de R$ 100 para incentivar os cuidados com a primeira infância; e o AmpaRO que funciona com a transferência de renda temporária para os impactados economicamente pela pandemia, o auxílio é no valor de R$ 200 e vai atingir até 48 mil famílias.

‘‘A nossa missão é fazer o melhor pela população de forma honrada’’, finaliza o governador.

Leia Mais:

Governo entrega maquinários para Colorado do Oeste e Rolim de Moura e reforça missão de recuperar estradas estaduais

Departamento de Estradas de Rodagem intensifica ações em rodovias de Ouro Preto do Oeste

Força-tarefa une residências de Vilhena e Colorado do DER para atender estradas do Sul de Rondônia

Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia