VILHENA: Coronel que já foi subcomandante da PM em RO vai se candidatar a Prefeito

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif


FOLHA DO SUL ONLINE - Acompanhado dos vereadores Carlos Suchi e Samir Ali, ambos do Podemos, o coronel da Polícia Militar, Rildo Flores, que já foi o subcomandante da corporação em Rondônia, esteve na redação do site citado na tarde da última terça-feira, 14, e garantiu: aceitou hoje o desafio de disputar a prefeitura de Vilhena em novembro.

Rildo começou sua carreira militar em Vilhena, em 1994, como tenente, e galgou vários postos na instituição, até chegar ao lugar mais alto. Até o mês passado, era o número 2 da instituição no Estado.


O militar explicou que, embora não esteja filiado em nenhum partido, como ainda não foi para a reserva da PM, tem o direito de escolher a legenda pela qual irá disputar o pleito até a data das convenções. Mas já recebeu apoio do Podemos e, em nível estadual, o vilhenense conta com a simpatia de lideranças de outras agremiações, como o ex-governador Daniel Pereira, do Solidariedade.

Cotado para fazer sua estreia na política em 2018, Rildo, que é respeitado entre as polícias e nos meios acadêmicos, já que também é professor universitário, disse que aquele não era o momento, mas agora está disposto a encarar o desafio.


Sobre sua estratégia para a campanha, que começa nos próximos meses, Flores disse que pretende manter diálogo com outras legendas e apresentar suas idéias: “estou colocando meu nome, agora está nas mãos do povo. Vamos fazer uma disputa limpa, apresentando idéias que podem melhorar a nossa cidade. Precisamos acabar com a política suja”, finalizou.