Sem atendimento médico mulher grita de dor e pede socorro em bairro da capital

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif


Ângela Maria é moradora do bairro Renascer, localizado na zona Leste de Porto Velho, e está passando por uma situação desesperadora. Sentindo fortes dores por conta do surgimento de um tumor, ela não consegue atendimento médico e vive o desamparo das autoridades públicas responsáveis por disponibilizar o serviço básico de saúde à comunidade.


Em agonia com a dor constante e intensa, além do calor intenso, levou Angela Maria a colocar sua cama no quintal de sua residência, em baixo de uma árvore, onde passa o dia gritando e chorando por conta de seu problema.


Impotentes, os vizinhos afirmam que ela passa dia, noite e madrugada gritando por socorro. O repórter William Ferreira “Homem do Tempo” foi até o local para registrar a triste condição de Ângela.


Por diversas vezes ela foi até as unidades de Saúde do município, porém é apenas medicada e mandada de volta para casa, porém até o momento, os remédios não surtiram efeitos. Agora falta dinheiro até para o básico.




Quem tiver interesse em ajudar de qualquer forma pode entrar em contato através do telefone (69) 9902-2838.



Abandonados


A população portovelhense vem sendo severamente afetada pela falta de estrutura, profissionais e insumos médicos, problema que já era registra antes mesmo da pandemia de COVID-19 tornar tudo mais dramático.



Rondoniaovivo