GIF-SEU-PODER_970x250-1.gif

Frigorífico de Ji-Paraná, RO, é habilitado para exportar carne ao México



O frigorífico Marfrig de Ji-Paraná (RO) foi habilitado nesta semana para exportar carne bovina ao México. A liberação já consta na "relação de produtos autorizados para os estabelecimentos brasileiros exportarem por país", do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).


Segundo autorização do Mapa, a unidade de Ji-Paraná poderá exportar carne bovina in natura e produtos processados termicamente (também bovídeo).


O frigorífico da Marfrig em Ji-Paraná foi reaberto no ano de 2017 e gera cerca de 800 empregos, de forma direta e indireta. A unidade tem capacidade para fazer 1,5 mil abates por dia.


Todos os produtos de origem animal sob responsabilidade do Mapa, para serem exportados a outros países, são registrados e aprovados pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF). O selo busca garantir produtos com certificação sanitária e tecnológica para o consumidor, respeitando as legislações nacionais e internacionais vigentes.


Além de Ji-Paraná, outros 8 municípios brasileiros receberam autorização do Mapa nesta semana para exportarem carne ao México. São eles:



Concórdia (SC): habilitação à BRF para exportar carne de aves;
Pontes e Lacerda (MT): habilitação à JBS para exportar carne bovina;
Andradina (SP): habilitação à JBS para exportar carne bovina;
José Bonifácio (SP): habilitação ao grupo Minerva para exportar carne bovina;
Lajeado (RS): habilitação à Companhia Minuano para exportar carne de aves;
Promissão (SP): habilitação à Marfrig para exportar carne bovina;
Diamantino (MT): habilitação à JBS para exportar carne bovina;
Bataguassu (MS): habilitação à Marfrig para exportar carne bovina;



G1