Comerciante que ameaçou pular da ponte ficou depressiva após vendas caírem

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif


A mulher de 41 anos que ameaçou se jogar da ponte do rio Madeira, em Porto Velho (RO) na manhã desta segunda-feira (13) contou para os negociadores do Corpo de Bombeiros e para policiais militares o motivo de tentar cometer tal atitude.

Segundo ela, desde o início da pandemia do novo coronavírus (covid-19) o movimento em seu restaurante caiu bastante e ela vem passando por dificuldades financeiras.


"Saí de casa caminhando em direção à ponte do rio Madeira por volta das 4h da madrugada decidida a tirar minha vida", disse ela.

Após uma longa negociação com dois majores do Corpo de Bombeiros, onde a BR-319 teve que ficar fechada nos dois sentidos, a mulher foi resgatada e levada para uma unidade médica. A comerciante disse ainda que faz tratamento psicológico devido a depressão.


Rondoniaovivo