VILHENA - Mulher de 60 anos ataca marido cadeirante de 76 a golpes de facão

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif

Briga teria começado quando homem pediu à companheira para dar milho às galinhas

Na manhã desta segunda-feira, 15, em uma propriedade rural na rua Valesi Wiebbelling, setor chacareiro de Vilhena, uma mulher de 60 anos agrediu com um facão o homem de 76 anos com quem vivia.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado como lesão corporal, a vítima, que é cadeirante, sofreu lesões na testa, nas costas e na parte de trás da cabeça, além de ferimentos nas mãos, ao tentar se defender. Mas, segundo informações médicas, foram lesões leves.

Os vizinhos do casal contaram aos policiais que ouviram o pedido de socorro e foram até a chácara do idoso, e o encontraram todo ensanguentado, então um deles o levou para o hospital. Os policiais entraram na residência em busca da suspeita dos golpes, mas ela não estava. No entanto, os policiais identificaram que as agressões aconteceram no quarto, pois havia muito sangue no local e também o facão, provável arma do crime. Também encontraram uma espingarda.

Os policiais ainda estavam no local quando chegou um homem que informou que a mulher havia ligado para ele e dito que havia dado umas “facãozadas” no idoso e estava indo embora.

No hospital, os policiais ouviram do idoso que ele pediu para ela ir colocar milho para as galinhas e ali começou uma discussão que evoluiu para as agressões. Sobre a arma de fogo encontrada na chácara, o idoso disse que é dele e que já a possui há muitos anos, argumentando que sempre morou na zona rural.



Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci