Taxista atravessa pista sem perceber fim da estrada e morre

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif


O taxista Altair José de Paula, de 40 anos, morador de Corumbiara, morreu num acidente de moto no município de Cerejeiras na tarde deste domingo, 21.

A tragédia ocorreu no cruzamento da Linha 4 com o 4º Eixo (BR-435), próximo à rotatória que dá acesso à cidade de Pimenteiras do Oeste.

Segundo informações do irmão da vítima, o taxista saiu de casa por volta das 16 horas do domingo para ir a uma fazenda em Cerejeiras. Mas, por volta das 19h00, o irmão da vítima percebeu que ele não tinha chegado em casa. Daí, começou a procurá-lo. Na madrugada desta segunda-feira, 22, o taxista foi encontrado caído do outro lado da pista de asfalto, ao lado da moto, uma Honda Broz 150, já sem vida.

Segundo relato da Polícia Militar, o taxista teria vindo direto da Linha 4, passado direto e se chocado contra o meio-fio no asfalto da BR-435, já que a Linha 4 termina no cruzamento com rodovia, sem continuar do outro lado da pista. O meio-fio estava quebrado, possivelmente pelas rodas da motocicleta, o que comprova a suspeita de como o acidente aconteceu.

Chamada, a Polícia Técnica e Científica de Vilhena fez as perícias no local do acidente.

O taxista era casado e pai de um filho. Em Corumbiara ele era conhecido pelo apelido de “Lambari”.


Fonte: Folha do Sul Online