Sétima vítima da Covid-19 em Vilhena tinha 75 anos e era agricultor

BANNER-A---728x90-px-1.gif



“Eu levei e cuidei dele as duas vezes, mas não consegui trazê-lo com vida de lá”

Foi sepultado na manhã desta segunda-feira, 29, a sétima vítima da Covid-19 em Vilhena: trata-se do agricultor José Carlos Crispin, de 75 anos. Ele era morador do bairro Alto Alegre e faleceu pouco antes da 4:00h.

O FOLHA DO SUL ON LINE conversou com uma filha do idoso, e ela contou que, cerca de 15 dias atrás o pai foi internado no Hospital Regional de Vilhena com problemas cardíacos. Em uma semana, Crispin teve sua pressão normalizada e recebeu alta.

Já em casa, o aposentado começou a se queixar de dores de cabeça e a apresentar tosse. No dia seguinte, foi levado novamente para o HR. A filha pediu que ele fizesse exame de Covid-19 e o resultado saiu na quinta-feira, 25, confirmando a doença.

“Eu levei e cuidei dele as duas vezes, mas não consegui trazê-lo com vida de lá”, desabafou a filha, de 43 anos, que precisou deixar o emprego de zeladora para cuidar do pai, pioneiro que morou muitos anos no distrito de Verde Seringal.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação