SAÚDE: Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até 30 de junho em Rondônia

BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif 728x90d411b4316c22701e.gif


A segunda fase da campanha nacional de vacinação contra H1N1 está disponível nas unidades de saúde municipais, tendo sido prorrogada pelo Ministério da Saúde até o dia 30 deste mês. A campanha deve atender a idosos com idade a partir de 60 anos, trabalhadores de saúde, povos indígenas, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas até 45 dias após o parto e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Segundo Ivo Barbosa, coordenador de Imunização da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), a meta da vacinação é atingir no mínimo 90% em cada grupo dos prioritários. Do total de 388.037 pessoas que fazem parte dos públicos de prioridade, Rondônia vacinou 63,93%, somando 248.073 pessoas que receberam a vacina.

Em todo o Estado, 563.130 mil doses da vacina já foram distribuídas aos municípios para garantir a imunização do público-alvo da campanha. A vacina está disponível para os grupos prioritários, em todas as salas de vacinação dos municípios.

Ivo enfatiza que, por conta do baixo alcance da meta nesses grupos prioritários, houve a prorrogação da campanha, que seria só até sexta-feira (5). Fazendo uso de máscaras e mantendo os cuidados com a higiene, os prioritários devem procurar as unidades de saúde também observando a distância de uma pessoa para outra durante o momento de espera para o atendimento.

“É fundamental que as pessoas que fazem parte dos grupos de risco, que ainda não se vacinaram, procurem de forma organizada um posto de vacinação mais próximo de sua residência e vacinem-se”.

A vacina é importante para reduzir complicações e óbitos por Influenza, além de auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a Covid-19, já que os sintomas são parecidos. A imunização ajuda ainda a reduzir a procura por serviços de saúde.