Palitot solicita Reunião da Comissão de Educação da Câmara

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif


A Comissão de Educação da Câmara Municipal, por solicitação do vereador Professor Aleks Palitot, promoveu na tarde desta quarta-feira (24), uma reunião on line para tratar das demandas da educação do município no período de isolamento e dar encaminhamento para as demandas do pós-pandemia.

“Há cerca de um mês recebemos informações sobre a natural dificuldade que os professores tem encontrado em relação as aulas remotas e do acompanhamento das atividades realizadas através das apostilas entregues aos alunos. Há dificuldade de se manter os alunos em frente ao celulares e computadores, mas mais preocupante é a situação de mais de 60% desses alunos cujos os pais não tem como disponibilizarem estes equipamentos”, relata Palitot.

O segundo ponto abordado por Palitot é a volta as atividades no pós Pandemia, porém, no encontro o vereador pontuou que embora não seja possível definir a data para oficializar este retorno, é possível se preparar. “Se não houve oportunidade de nos prepararmos para a pandemia no quesito saúde, após este período de isolamento, já é possível nos prepararmos para o retorno”, afirmou o vereador.

Demandas

Transporte Escolar, calendário, a preparação dos professores, higienização das escolas, como será essa preparação e a distribuição dessas crianças na sala de aula, foram questionados pelo vereador. “Um momento atípico que o país todo esta enfrentando e deve ser levada em consideração são os índices do Ideb que deverão cair”, alerta Palitot.

O último questionamento do edil realizado durante o encontro foi em relação a Creche municipal localizada no bairro Rio Madeira, na divisa com Alphaville, Zona Norte da Capital, que esta com sua licitação parada desde 2017. “O prefeito esta terminando sua gestão e temos uma creche 80% construída, cuja a licitação não sai não sei porque o motivo”, ressaltou o professor.

De acordo com a presidente da Comissão, vereadora Joelna Holder, que é da base aliada do Prefeito, “Temos varias empresas pequenas fechando em Porto Velho, e na educação teremos alunos que irão imigrar do ensino particular para a publica”. Segundo a edil há a preocupação com essa evasão das escolas particulares e como a Secretaria tem se preparado para isto.

Prioridades

“Há a situação do Professor na creche do Alphaville, mas nós temos uma série de outras, na cidade que não foram inauguradas, que podem ser ampliadas e melhor estruturadas para receber essa demanda, para o final do ano já que paramos no primeiro semestre”, afirmou a Presidente da Comissão.

Participaram da Reunião os vereadores Professor Aleks Palitot, Luan da TV, Joelna Holder, a Secretária adjunta de Educação e Presidente do Conselho Municipal de Educação Glaucia Negreiros, o Promotor de Justiça Alexandre Jesus (CAOP-Educação/MP), Professor Sivanildo Sousa (Sinprof) e a assessora da Promotoria de Educação do Ministério Público Eliriane dos Anjos.




Assessoria