Menino de 4 anos é assassinado a tiro na própria festa de aniversário

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif




Uma criança de quatro anos morreu depois de ser baleada durante a própria festa aniversário no bairro Piabetá, em Magé, na Baixada Fluminense, na noite de domingo (7).


Testemunhas disseram que o suspeito de 21 anos, que parecida estar desorientado, tentou fugir, mas foi detido pelas pessoas que estavam no local até a chegada da Polícia Militar. Com ele foi apreendido um revólver com numeração raspada.


O menino Douglas Enzo ainda foi levado ao Centro de Pediatria de Piabetá, mas não resistiu ao ferimento.


Três versões investigadas

Até o momento, o crime tem três versões de acordo com as investigações.

O autor do disparo contou na delegacia que o tiro foi acidental, que a arma caiu no chão e que a bala atingiu o menino.


A mãe de Enzo disse que ouviu uma discussão de Pedro Vinícius com as crianças e que logo depois ouviu o barulho do tiro.

Já o pai da criança contou uma história diferente. Ele disse que o suspeito abraçou o menino e depois disparou.

O suspeito foi preso em flagrante por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e por porte ilegal de arma de fogo com numeração raspada. De acordo com as investigações da 60ª DP (Campos Eliseos), o disparo foi acidental.