Idosos da Casa do Ancião recebem mensagens de carinho durante pandemia em Rondônia

BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif 728x90d411b4316c22701e.gif


Desde o início da pandemia, com a suspensão das atividades em março deste ano, a Casa do Ancião São Vicente de Paula deixou de receber visitas. A medida foi tomada pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), visando proteger os 22 idosos que são atendidos atualmente na casa.


As visitas são importantes no processo de recuperação e no relacionamento dos idosos com os demais. Devido à suspensão, muitos sentiam falta do carinho que recebiam, por isso filhos de funcionários da casa decidiram gravar vídeos falando da saudade de visitar os “vovôs e vovós”, como são chamados os idosos. Nos vídeos, as crianças falam para os idosos que eles não foram esquecidos. Um dos trechos encerra com uma mensagem emocionante: “Por enquanto, por favor se cuide, é porque quero te ver bem novamente. Sentimos sua falta”.


A coordenadora da Casa do Ancião, Clara Lima, explica que, neste momento, as mensagens são uma grande demonstração de carinho.


“Toda a rotina da casa foi alterada para proteger os idosos. Por isso a demonstração de amor e afeto nos ajudam muito na assistência para que eles se sintam amados”, destacou a coordenadora.


Segundo Clara, além das medidas de segurança e prevenção, os trabalhos e cuidados dos profissionais tiveram que ser redobrados. As equipes de enfermagem, técnicos, cuidadores, psicólogos, nutricionistas, fonoaudiólogos, foram preparadas para lidar com esse novo momento.



Filho de uma funcionária da casa adora fazer ligações de vídeo com os idosos, demonstrando carinho e afeto


“Todas os funcionários que entram e saem da casa passam por um processo rigoroso de desinfecção, assim como as doações e produtos que chegam até nós. Graças ao trabalho, não tivemos nenhum idoso contaminado, e nem por isso deixamos de realizar as atividades como de costume, para que eles possam enfrentar esse momento com alegria”, ressaltou a coordenadora.


DOAÇÃO: UM GESTO DE AMOR

O gesto de amor presente na população tem dado forças aos profissionais e aos idosos nesse momento. A casa já recebeu doações de itens de prevenção como máscaras, toucas, luvas, álcool em gel, sabonetes, além de alimentos e itens de higiene pessoal. Para proteger os idosos, a doação de roupas neste momento foi suspensa, mas as demais são aceitas.


“Nós somos muitos gratos a todas as pessoas que estão fazendo doações à Casa do Ancião. Em meio a uma crise sanitária, que assola o mundo, unir forças e ajudar ao próximo são atitudes que valem a pena serem lembradas”, afirmou Clara.


ESPERANÇA

Em outro vídeo, Iago Matheus, filho de uma das enfermeiras que atende na casa, deixa um recado de esperança. “Quero vocês sejam felizes na casa e que tenham fé em Deus. Se acabar essa quarentena rápido, eu vou dar um abração em vocês. Amo vocês”, finalizou mandando um coração para os idosos.

JUNHO VIOLETA

No mês de junho é comemorado o “Junho Violeta”, que faz alusão ao mês de conscientização e combate à violência contra a pessoa idosa. São tipos de violência contra o idoso: a negligencia, violência física, psicológica e sexual, abandono e violência financeira, econômica ou medicamentosa. Para denunciar, o cidadão deve ligar no Disk 100. Esse canal, Disk Direitos Humanos, é sigiloso e funciona 24 horas por dia, incluindo finais de semana e feriados.


Fonte
Texto: Anayr Celina
Fotos: Jeférson Motta e Seas
Secom - Governo de Rondônia