Após cirurgia em Cacoal, enfermeira de Vilhena sofre infarto em casa e morre em hospital onde trabalhou por mais de 20 anos

S-BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif BANNER-COVID-2_728X90-px.gif


Rosângela passou mal após o almoço, chegou a ser entubada, mas não resistiu

Faleceu na tarde deste sábado, 06, no Hospital Regional de Vilhena, local onde trabalhou por mais de 20 anos, a técnica em enfermagem Rosangela Enedina de Jesus Silva.

De acordo com colegas de trabalho, a profissional de Saúde sofria de distrofia muscular há alguns anos e, cerca de duas semanas atrás, foi submetida a uma cirurgia para tratar de problemas renais. Após o procedimento em Cacoal, ela retornou para Vilhena e estava se recuperando bem.

Hoje, logo após o almoço, Rosângela, que tinha 53 anos, se sentiu mal em casa e foi levada para a emergência do HR. Ela recebeu massagens e chegou a ser entubada, mas não resistiu. A causa da morte, segundo a equipe que a atendeu, teria sido um Infarto agudo do Miocárdio.

Mesmo sofrendo com a doença degenerativa que dificultava sua locomoção, Rosângela se mantinha ativa no trabalho. Era comum ela usar o carrinho de medicamentos como apoio para chegar até os pacientes.

O velório da servidora estadual acontecerá amanhã, das 8:00h às 10:00h, quando será feito o sepultamento.



Folha do Sul Online