ROLIM DE MOURA: Prefeito e vice do município são cassados pela Justiça Eleitoral

CORONAVIRUS_02_468X60-px.gif


Em sessão virtual, o TRE de Rondônia cassou, por 4 votos a 1, na tarde da última terça-feira, 12, o mandato do empresário Luiz Ademir Schock, o “Luizão do Trento” (PSDB), prefeito da cidade de Rolim de Moura, na Zona da Mata, berço de algumas das lideranças políticas mais influentes do Estado.


Na verdade, Luizão já havia sido cassado pela mesma Corte, mas tentava um último recurso para se manter no cargo. Ele foi acusado pelo Ministério Público de ter recebido doações ilegais e usado “caixa 2” na campanha de 2016, quando foi reeleito.


A Justiça Eleitoral também decidiu que o vice-prefeito Fabrício de Melo Almeida, igualmente tucano, também perde o mandato e, assim, uma nova eleição precisará ser realizada em 90 dias.


O pleito no entanto, será indireto, pois Luizão já havia exercido mais da metade do mandato: o presidente da Câmara, Lauro Lopes (PRB), assume o comando do município e convoca o pleito suplementar. Os vereadores escolherão o mandatário-tampão, que terá pouco mais de seis meses de administração, podendo tentar renovar o mandato na eleição regular deste ano.



Folha do Sul Online