Prazo para declaração de rebanho à Idaron é prorrogado até o dia 30 de junho

CORONAVIRUS_02_468X60-px.gif


O Governo de Rondônia, por iniciativa da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado (Idaron), prorrogou o prazo para a declaração de rebanhos ao serviço veterinário oficial. De acordo com a portaria nº 317, que foi publicada na última segunda-feira (11), o produtor, agora, tem até o dia 30 de junho para fazer a declaração de rebanhos junto à Idaron.


“A medida atende determinação do governador Marcos Rocha, que busca minimizar os riscos de exposição do servidor e do pecuarista ao coronavírus. Então, para que não haja correria nem aglomeração de pessoas nas unidades, o governo entendeu por bem estender o prazo para que todos os criadores de animais possam ter tempo de fazer a declaração remotamente, por telefone ou pela internet”, explicou o médico veterinário Júlio Cesar Rocha Peres, presidente da Idaron.


Vale salientar que a campanha é voltada aos criadores de bovinos, bubalinos, suínos, caprinos, ovinos (animais suscetíveis à Febre Aftosa), equídeos e aves. “A declaração é fundamental. Através dela, a Idaron cria bases concretas para desenvolver ações estratégicas direcionadas ao efetivo controle sanitário e monitoramento dos rebanhos, garantindo assim medidas de prevenção a focos de doenças e a saúde, tanto dos animais quanto do consumidor”, acentua o presidente da Idaron.


A declaração pode ser feita pela internet, no site da Idaron, por telefone e também pode ser enviada por e-mail ou WhatsApp (da unidade mais próxima da propriedade do declarante). “Pela internet, quem já cadastrou senha para a emissão de ‘e-GTA’ (Guia de Trânsito Animal Online) pode usar a mesma senha para fazer a declaração dos rebanhos. Quem ainda não efetivou login e senha para acesso ao sistema da Idaron, basta entrar no site da agência, pelo computador ou celular, e cadastrar a senha”, destacou Júlio Cesar.


Leia mais:

Idaron reforça ações para controlar focos de raiva em São Francisco do Guaporé

Dois novos postos reforçam a fiscalização agropecuária em Rondônia



Fonte
Texto: Toni Francis
Fotos: Arquivo Secom
Secom - Governo de Rondônia