Cemetron recebe doações de protetores faciais do Hospital Santa Marcelina para reforçar o combate a Covid-19

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif



O Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron) recebeu nesta segunda-feira (13) a doação de 50 unidades de protetores faciais produzidos com plástico do tipo acetato transparente, altamente resistente e de material higienizável. A iniciativa busca ajudar a Secretária de Estado da Saúde (Sesau) que vem empenhando esforços para combater a Covid -19. A diretora adjunta do Cemetron, Orli Dourada, explica que a doação contribui com o trabalho e proteção dos profissionais.


“Essa doação vem para somar com os equipamentos que já temos para os profissionais de saúde. A união de todos os entes é de suma importância nesse momento”, destacou a diretora do Cemetron.

   Os protetores são em 3D, de material reutilizável e 100% higienizável


Com mais essa doação, o Cemetron totaliza 165 protetores faciais reutilizáveis. No início deste mês o órgão recebeu doações do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro), do Centro Universitário São Lucas e demais entidades. De acordo com o técnico em impressão 3D do Hospital Santa Marcelina, Jonh Cardoso, o material usado nos protetores faciais possibilita maior proteção aos profissionais de saúde.


“Os protetores faciais são em 3D e como são reutilizáveis podem ser higienizados tanto com álcool 70% quanto com água e sabão”, explicou o técnico.


Em um momento delicado que o mundo vive toda a ajuda é bem-vinda, ressaltou a diretora do Hospital Santa Marcelina, irmã Lina Maria. Ela acrescenta que a união de forças em prol de um bem maior é importante para combater o Covid-19.


“Nosso laboratório 3D trabalha com a fabricação de próteses ortopédicas, porém direcionamos nossa fabricação para ajudar as entidades que atuam na linha de frente combatendo o coronavírus. Contamos ainda com pessoas de bom coração que ajudam doando materiais para fabricação dos equipamentos”, ressaltou a diretora.


O Cemetron é o hospital referência para tratamento de pacientes graves confirmados com Covid-19. O governo do Estado por meio da Sesau se antecipou e articulou ações para impedir a disseminação do vírus, adotando medidas de prevenção, capacitando profissionais de saúde para lidar com a doença, além de comprar insumos, aparelhos hospitalares e instalar novos leitos.


Texto: Anayr Celina
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia