Paciente com coronavírus deu palestra para mais de 100 pessoas em Ji-Paraná, diz prefeito

S-BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif BANNER-COVID-2_728X90-px.gif


O paciente de 29 anos confirmado com coronavírus em Ji-Paraná (RO) ministrou, recentemente, uma palestra para mais de 100 pessoas no município. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (20) pelo prefeito Marcito Pinto , durante coletiva de imprensa.


O primeiro caso positivo para o novo coronavírus em Rondônia foi anunciado na noite de quinta-feira (19) pela Secretaria Municipal de Saúde. O paciente é morador de São Paulo e esteve em viagem a trabalho no município. Após sentir os sintomas, ele contratou uma equipe médica particular, que fez o exame para Covid-19.


Durante coletiva de imprensa, o prefeito Marcito Pinto revelou que, após chegar em Ji-Paraná, o homem ministrou uma palestra para mais de 100 pessoas.


A data do encontro não foi divulgada, mas Marcito informou que a equipe de Saúde está tentando localizar os participantes da palestra.



"Quem dessas pessoas tiver os sintomas da Covid-19, pode entrar em contato com a gente", disse .


Ainda conforme a prefeitura, o paciente com Covid-19 também circulou pelo Feirão do Produtor e em lojas de Ji-Paraná, mas só depois adoeceu e precisou de atendimento médico.


Ainda de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, amostras do paciente foram coletadas na cidade e encaminhadas para análise em laboratório da rede de saúde privada. Depois da coleta, o paciente infectado fretou voo particular e retornou para São Paulo, onde permanece em observação médica e isolamento.



Estado quer contraprova


Como os exames do paciente de Ji-Paraná foram feitos em um laboratório particular, o caso ainda não é confirmado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).


Ao G1, o coordenador estadual do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde, Sid Orleans, informou que o exame realizado em Ji-Paraná foi feito em um laboratório particular, e portanto, neste momento, a secretaria de saúde Rondônia e o Ministério da Saúde não confirmam a informação.


Sid orleans disse ainda que, na manhã desta sexta-feira (20), uma equipe vai localizar as amostras na tentativa de realizar uma contraprova em um laboratório credenciado pelo Ministério da Saúde e somente após esses procedimentos será possível considerar ou não o caso em investigação, anunciado pela prefeitura de Ji-Paraná.


O último balanço oficial da Sesau revela que Rondônia investiga 84 casos suspeitos de coronavírus.



G1 Rondônia