DER busca solução para litígio sobre terreno em que se encontra o aeroporto de Ji-Paraná

gov1.gif
   Foto: Assessoria


Em resposta a uma demanda que vinha se arrastando há mais de 16 anos, o Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) reuniu-se na última sexta-feira (28) na sede do Ministério Público Federal em Ji-Paraná para dar seguimento na pacificação do litígio referente à propriedade do terreno onde se localiza o Aeroporto “José Coleto”, no município.


Sob a determinação e com o empenho pessoal do governador do Estado, coronel Marcos Rocha, o DER vem buscando uma solução rápida para o conflito. Presente à reunião, o diretor-geral do DER, coronel Erasmo Meireles e Sá, destacou que o único objetivo é um desfecho que atenda às necessidades de todas as partes estritamente dentro da lei.


Coronel Meireles esteve acompanhado na reunião do coordenador de Infraestrutura Aeroportuária do órgão, major Philipe Maia, e da procuradora autárquica do DER, Andréa Cristina Nogueira. Participaram também da mediação representantes da Advocacia Geral da União, Pedro Sampaio Carvalho, e da Superintendência de Patrimônio da União, Elias dos Santos Cavalcanti, além do advogado Fernando Azevedo Cortes e do anfitrião, o procurador da República, Murilo Rafael Constantino.


Com uma solução para o litígio acerca da propriedade do terreno onde se encontra o aeroporto de Ji-Paraná, o Governo de Rondônia, por meio do DER, poderá dar prosseguimento nas ações aeroportuárias sob responsabilidade do órgão com vistas a destravar gargalos de infraestrutura no Estado, especialmente na continuidade das obras no “José Coleto”.


Por SECOM - Governo de Rondônia
dengue2.gif