Brasileiros, alunos de medicina da Bolívia atravessam igarapé para voltar ao Brasil

S-BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif BANNER-COVID-2_728X90-px.gif


Porto Velho, RO - O governo federal determinou o fechamento das fronteiras do Brasil com todos os países vizinhos da América do Sul, e incluiu na lista o Chile e Equador, que não fazem fronteira com o país. Contudo, alguns brasileiros estavam no interior desses países, como é o caso da Bolívia.

Um vídeo mostra alunos dos cursos de medicina de Cobija, no departamento de Pando, na Bolívia, atravessando um igarapé que fica na faixa de fronteira, ligando a cidade de Cobija a Epitaciolândia, região onde há centenas de alunos brasileiros estudando medicina. AS imagens são angustiantes.

Uma das pessoas que acompanham a travessia ilegal diz, em espanhol, que o grupo que está saindo da Bolívia atua na área de medicina. Nesse momento outra pessoa confirma a situação. Em áudio, uma suposta estudante relata o drama diário vivido pelos estudantes acreanos.

“Eles continuavam fazendo internato dele, mas depois que fechou as pontes eles tiveram que ficar do lado de lá. O internato agora foi suspenso e eles tiveram que passar o rio de lá para cá. A gente passa de dois, três dias sem aula. Essa aula é só para gente não perder o semestre, perder o dinheiro”, relata a estudante.