Policial com problemas psicológicos morre após ingerir entorpecente em RO

BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif 728x90d411b4316c22701e.gif

Na manhã desta quarta-feira (19), o policial Othon Lopes de Souza, de 42 anos, morreu após ingerir entorpecente depois de um desentendimento de família. O fato ocorrreu em uma residência localizada na Avenida Jatuarana, bairro Cohab Floresta, zona sul de Porto Velho.


As informações apuradas dão conta que uma guarnição da PM foi atender uma ocorrência de danos materiais, onde Othon seria o autor. A guarnição fez os trabalhos de praxe e foi embora.


Minutos depois os policiais foram novamente acionados, desta vez para atender Othon que estava tendo convulsões. A vítima foi colocada na viatura e levada ao pronto-socorro.


O médico plantonista constatou que ele havia ingerido substâncias toxicológicas não especificadas, levando o policial a óbito.


Os familiares informaram que o vítima passava por problemas psicológicos e que sentia vontade de morrer. Sua esposa tinha visto ele mastigando alguma coisa e que provavelmente seria a substância que o matou.



 O corpo do policial foi removido para ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de procedimentos padrões. 


Fonte: Mìdia Rondoniense