Mais de 10 mil pessoas visitaram o Museu da Memória Rondoniense em 2019

S-BANNER-VAI-PASSAR_02_728x90.gif BANNER-COVID-2_728X90-px.gif


O Museu da Memória Rondoniense em Porto Velho está encerrando as atividades com número recorde de mais de 10 mil visitantes em 2019, superando o registro de visitas dos anos anteriores.



O Museu funciona desde 2015 nas instalações do antigo Palácio Getúlio Vargas e o local reúne o maior acervo histórico do Estado.



De acordo com a Ednair Nascimento, diretora do museu, o local reúne peças históricas documentais e obras de artes que fazem parte da cultura de Rondônia. “Neste ano, o museu conseguiu executar três grandes exposições, entre elas com maior destaque a tradicional Festa do Divino, com mais de 100 fotos inéditas, e antigas, que mostram em registro fotográfico a história e fatos da cultura quilombola, expostas para a população que visita o museu. A maior parte dos visitantes é composta por estudantes, inclusive quilombolas”, disse Ednair.



A professora Rosália Cunha Aranha, da comunidade quilombola de Santo Antônio, disse que visitar a Capital foi de grande valia, e poder encontrar uma exposição de artes fotográficas no Museu do Estado é de grande relevância. “Foi uma grande surpresa poder ver estas fotos que retratam fatos da nossa comunidade, isso me deixou muito feliz, e vou levar por toda minha vida”, disse a professora.





A professora Rosália Cunha ficou feliz em ver fotos da sua comunidade expostas no museu




Ednair informou, ainda, que para finalizar as atividades o museu realizou uma exposição voltada para o Natal, com obras de artes que incluem fotos e materiais recicláveis, além de receber uma cantata natalina em parceria com outras instituições, que contou com um público de mais de mil pessoas assistindo as apresentações de 10 corais com 200 vozes, entre eles um coral de refugiados que vivem em Porto Velho.





Obras que retratam o Natal também estão em exposição no museu



Ainda segundo a diretora o museu recebeu visitas de turistas de mais de 30 países e de diversas regiões do Estado e do restante do país, que vieram prestigiar o acervo histórico pertencente ao museu.



Para o início de 2020 o Museu da Memória Rondoniense, que fica localizado no centro de Porto Velho, com entrada para a rua Dom Pedro II, no Bairro Caiari, vai iniciar o ano com exposição de férias, e a partir do dia 12 de janeiro o museu estará expondo fósseis, rochas, e meteoritos, em parceria com o colecionador Raul Pommer e voltada para o público infantil.



A diretora informou, ainda, que a partir de janeiro de 2020 o Museu da Memória Rondoniense irá atender de segunda a sexta-feira das 9h às 17h e aos sábados das 10h às 15h. “Os interessados poderão visitar o museu, pois estará de portas abertas com exposições dentro destes horários”, pontuou Ednair Nascimento.



SECOM