Cliente agride garota de programa após tirar preservativo, amigo apanha tentando socorrer e fuga termina com portão destruído

BANNER-A---728x90-px-3.gif


Uma ocorrência inusitada foi registr
ada na Polícia Civil de Vilhena na madrugada deste sábado, 14. O episódio terminou com homem ferido, uma prostituta espancada e o portão de uma casa destruído, após ser atingido por um carro que era pilotado por condutor não habilitado.


Tudo começou quando uma garota de programa de 32 anos se negou a continuar fazendo sexo com um cliente de 45, após ele retirar o preservativo e, segundo a profissional, “descumprir o acordo”.


Irritado com a interrupção do programa, o homem começou a agredir a mulher com tapas na cara e tentava forçar o sexo com ela, mesmo sem o preservativo.


Ainda sendo atacada, a profissional do sexo ligou para um amigo, e ele pegou sem pedir o carro de um cliente que estava no “Bar da Simone”, prostíbulo onde supostamente trabalha a denunciante. Ao chegar ao local onde o programa era realizado, o amigo da prostituta foi atacado pelo cliente dela, e sofreu ferimentos nos lábios e no pescoço.



As vítimas tentaram sair do local no carro, mas o cliente, enfurecido, pendurou numa das portas do veículo. Ao realizar uma manobra, para se livrar do agressor, o condutor perdeu o controle da direção e atingiu o portão de uma casa no Residencial União.


A dona do imóvel danificado ligou para a polícia, que esteve no local e constatou: o homem que dirigia o carro estava embriagado e não possuía habilitação.



A proprietária da casa atingida disse ao FOLHA DO SUL ON LINE, por telefone, que horas após o acidente, pessoas estiveram no local e levaram o automóvel, que havia ficado parcialmente destruído.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação