Após matar homem, suspeito oferece R$ 15 mil a policiais para não ser preso em RO

BANNER-A---728x90-px-3.gif 728x90d411b4316c22701e.gif
   Foto: Diêgo Holanda/G1


Homicídio aconteceu no Assentamento Cachoeirinha. Suspeito confessou ter matado a vítima e, após receber voz de prisão, foi levado à Central de Polícia.


Um operador de máquinas de 45 anos foi preso na noite de quarta-feira (11) suspeito de matar um homem no Assentamento Cachoeirinha, Zona Rural de Porto Velho. Segundo a Polícia Militar (PM), o suspeito confessou o crime e ofereceu R$ 15 mil de propina para não ser preso.


De acordo com o registro da ocorrência, uma testemunha encontrou o corpo do homem dentro de uma casa na localidade após ser avisada pelo operador que havia matado a vítima. Em seguida a PM foi chamada, que acionou a perícia e o Instituto Médico Legal (IML) para remover o corpo.


Instantes depois, uma denúncia levou os policiais até o suspeito do crime, que estava em um bar na Zona Sul da capital.



Ainda conforme o boletim, o homem confessou o homicídio e disse já ter matado outras duas pessoas. Ele também tentou subornar os policiais oferecendo R$ 15 mil para não ser preso.


No entanto, ele acabou sendo conduzido pelos militares à Central de Polícia, onde foi flagranteado por homicídio e corrupção ativa.


Por G1 RO