Homem é preso após incendeiar o próprio carro em Vilhena

R-BANNER-VAI-PASSAR_01_728x90-1.gif


Após atear fogo no próprio carro, no bairro Ipê, um homem de 34 anos foi detido pela polícia e levado até a Unisp (Unidade Integrada de Segurança Pública). Ele estava embriagado e não sou explicar o motivo de seu ato. O incêndio aconteceu na tarde da quarta-feira, 13.


Segundo relataram testemunhas, o homem chegou às proximidades da chácara, onde estavam, em alta velocidade. O motorista então passou a dar arrancadas com o veículo e acelerou em direção a dois portões, derrubando ambos e uma cerca. Depois, dirigiu até os fundos da propriedade, onde colocou fogo no próprio carro.

A Polícia Militar foi chamada até o local e encontrou o homem caído ao chão, ao lado do veículo, sem saber explicar o porquê de ter incendiado o próprio carro. Porém, ele apresentava sinais de embriaguez e o teste do bafômetro acusou 1,37 mg/L de álcool no sangue.


Ele também tinha hematomas e escoriações pelo corpo, que a polícia suspeitou terem sidos feitos por ele mesmo durante a situação que causou.


O Corpo de Bombeiros esteve no local e apagou as chamas, que ainda tomavam conta do carro e causava explosões, apresentando riscos aos que estavam ali.


Já o motorista recebeu voz de prisão e foi levado para a Unisp, onde o caso está registrado como embriaguez na direção e nado/depredação.


Fonte: Folha do Sul