Publicidade
Aftosa_WEB_468x60.gif

Garoto executado a pauladas em Vilhena tinha ficha na polícia, havia perdido mãe em acidente e teve pai assassinado


Chegou ao fim, na manhã desta sexta-feira, 21, a curta, agitada e trágica vida do garoto Lucas Luiz Gabriel de Oliveira Lima: ele tinha 19 anos e morreu na UTI de Cacoal, para onde foi transferido após ser atacado a pauladas em Vilhena.


O jovem foi agredido ontem, nas proximidades do colégio Marechal Rondon. Uma testemunha disse que dois homens se aproximaram da vítima e começaram a sessão de espancamento. Lembre aqui.


A dupla fugiu deixando o rapaz agonizando, e até agora não foi identificada. Os ferimentos na cabeça de Lucas foram tão graves que ele precisou ser mandado para avaliação de um neurologista em Cacoal.


Segundo uma conhecida da família, Lucas perdeu a mãe, morta num acidente próximo ao frigorífico, na saída de Vilhena, quando ele ainda era bebê.


Aos 15 anos, quando iria conhecer o pai, que trabalhava em fazendas no Mato Grosso, o homem foi assassinado. O adolescente era criado pela avó desde a perda da mãe.


Aos 16 anos, o garoto já havia passado pela Casa da Cidadania, estabelecimento socioeducativo em Vilhena, por causa do envolvimento em pequenos delitos na cidade.


Antes da agressão que acabou lhe matando, Lucas estava cumprindo pena, e estava em liberdade há cerca de 10 dias.






Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação
Garoto executado a pauladas em Vilhena tinha ficha na polícia, havia perdido mãe em acidente e teve pai assassinado Garoto executado a pauladas em Vilhena tinha ficha na polícia, havia perdido mãe em acidente e teve pai assassinado Reviewed by Mídia Rondoniense on junho 21, 2019 Rating: 5