Publicidade
Aftosa_WEB_468x60.gif

Assessor é demitido da Assembléia Legislativa após montagem de Bolsonaro com “arminha” mirando em Cristo


Servidor foi acusado de “zombar da população cristã e fazer chacota com as imagens de cristo”




Ao publicar em seu perfil no Facebook, uma montagem envolvendo um gesto do presidente Jair Bolsonaro e uma imagem de Jesus Cristo crucificado, o assessor Samuel Costa, que já foi candidato a deputado estadual, perdeu o cargo que ocupava na Assembleia Legislativa de Rondônia.


Costa criticou o gestual do presidente que, durante a Marcha Para Jesus, simulou atirar em alguém caído, e escreveu na rede social: “Me perdoe os cristão, mas é assim que vejo esse indivíduo brincando de ser cristão. #forabolsonaro”.


Após a publicação, o assessor foi alvo de uma petição pública para que fosse exonerado. Ele foi acusado de “zombar da população cristã e fazer chacota com as imagens de cristo”.


A ironia é que Samuel Costa ocupava o cargo comissionado na Assembléia por indicação do pastor Alex Silva, da Igreja Universal do Reino de Deus, eleito deputado estadual pelo PRB no ano passado.


Diante da repercussão do caso, segundo o site “Eu Ideal”, o presidente da Assembléia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), teria exonerado o assessor.


Nas redes sociais, Costa escreveu o seguinte, se desculpando pela postagem, mas também dando alfinetadas:


Venho por meio dessa publicação deixar meu pedido de desculpas aos irmãos cristãos que se sentiram ofendidos pelo post publicado em meu perfil nas últimas horas.


Infelizmente se torna impossível manter um diálogo franco, aberto e propositivo com pessoas que pregam a todo custo o preconceito, leviandade, hipocrisia, ódio e intolerância.


Lamentavelmente alguns indivíduos possuem dificuldades em interpretar uma simples frase como esta. "Me perdoe os cristãos, mas é assim que eu vejo esse indivíduo "Bolsonaro" brincando de ser cristão."


Penso que o evento denominado "Macha Para Jesus" teve por finalidade promover o nome do "Altíssimo" e não á apologia ao uso de armas de fogo como bem frisou o presidente Bolsonaro durante a solenidade. Tenho minhas próprias opiniões e convicções bem como todo cidadão possuem essa garantia fundamentada na CRFB/88.


Más, não consigo compreender como em um encontro religioso, alguém tenha a petulância de fazer gesto com as mãos apologia ao uso de uma arma de fogo. Ou mesmo que falas tenham sido feitas destilando ódio a minorias, sendo que o próprio Jesus nunca e jamais em hipótese alguma fez discriminação de pessoas.


Deixo esse versículo bíblico para meditação de todos. "A maldade aumentará de tal maneira que o amor de muitos se esfriará” (Mt 24:12)


Mais uma peço encarecidamente desculpas ao povo de Deus pela forte imagem ilustrada anteriormente.








Fonte: Reprodução
Autor: Da redação com Eu Ideal
Assessor é demitido da Assembléia Legislativa após montagem de Bolsonaro com “arminha” mirando em Cristo Assessor é demitido da Assembléia Legislativa após montagem de Bolsonaro com “arminha” mirando em Cristo Reviewed by Mídia Rondoniense on junho 24, 2019 Rating: 5